Solicitar mais informações

* Campo obrigatório

Aceito os termos e condições de uso e a política de privacidade

Rota de Mar e Areia

Rota de Mar e Areia,
De Fortaleza à Natal e Fernando de Noronha

Nessa ordem, é claro, se você quiser salvar o melhor para o final da Rota de Mar e Areia. Tanto na saída de Fortaleza quanto na chegada em Natal, você pode passar por praias de maior concentração turística, sendo as de Natal aqueles que oferecem atividades mais divertidas e loucas; Ski-bunda, aero-bunda, passeios de buggy. Aquí tem que se especificar que a exploração turística do litoral nordestino não é comparável com a da Europa. Esta rota oferece mais de 500 km de praias, de modo que para o turista europeu mesmo a praia mais concurrida oferece uma visão quase deserta. As outras praias que são encontradas ao longo do caminho, 500 quilômetros dão para muitas praias, são impecáveis, com nenhuma ou muita baixa exploração. Praias virgens, infinitas, para você sozinho.

De 4X4, a maior parte do tempo off-road, os companheiros indiscutíveis e inevitáveis da viagem são o mar e a areia. No final da aventura, o mar permanece lá mas inevitavelmente você levara areia na sua bagagem. Finíssima, branca, capaz de entrar em qualquer buraco e praticamente impossível de sacudir totalmente.

O clima Equatorial e a área de baixa pressão permitem que a única roupa precisa o ano enteiro seja o bikini ou a sunga e talvez uma camisa ou saída de praia como proteção do sol. Nos pés chinelos, este maravilhoso sapato que é absolutamente necessário nestas latitudes e na Rota de Mar e Areia.

Existem apenas duas estações, a estação chuvosa, de janeiro a julho, e a mais seco o resto do ano. Mas, mesmo no extremamente úmido e quente verão de Natal, a idéia de celebrar lá o Natal é muito tentador, mais uma vez um conceito completamente diferente ao do hemisfério norte.

Você chega de avião a Fortaleza e passara por Canoa Quebrada, as falésias de Ceará, Tibau na beira do Ceará e Rio Grande do Norte, Areia Branca, as Falesias de RN, mas desta vez de areia vermelha, Ponta do Mel, Galinhos e Caiçaras, lugares que lutam por sobreviver entre o mar e as dunas, Maracajaú e as piscinas naturais, cabo de São Roque, o ponto mais próximo da África e finalmente Natal.

De lá no avião para o paraíso! Porque depois de tantos dias de sol, mar e areia, você acredita ter visto a beleza, mas ao chegar a Fernando de Noronha descobre-se que existe a perfeição simples da natureza.

Um dos melhores lugares do mundo para o mergulho, seja pela temperatura da água de 26 ° C, por sua riqueza aquática, a transparência que permite observar até 50 metros de distância e mar calmo, o que permite que mesmo em águas rasas com um snorkel simples, ver uma incrível quantidade de vida selvagem.

De dezembro a março, este lugar encantado para mergulhadores, é transformado em um paraíso para os surfistas. Os ventos mudam de direção e geram ondas de dois metros e tubos perfeitos. Fernando de Noronha é do agrado de todos.

Todo o arquipélago é protegido tanto a parte terrestre quanto a aquática. Há uma taxa de preservação ecológica, garantindo o status de todo o ecossistema admirávelmente bem conservado. Todas as regras de restrição tem garantido que os animais continuem a dominar o seu habitat e nós a ser os intrusos tolerados, observados por eles com curiosidade e até mesmo em momentos surpreendentes e inesquecíveis, buscam aproximação conosco. Quem foi pego num mergulho no mar por um golfinho amigável ou a visita de uma tartaruga marinha gigante, não se esqueçe na vida.

Fernando de Noronha é sem dúvida alguma um paraíso da Rota de Mar e Areia.

Solicitar mais informações